Candidatura

De acordo com o Calendário dos Concursos Especiais para o ano letivo 2022/2023, os prazos para as candidaturas são os seguintes:

1ª Fase 2ª Faseabertura dependente da existência de vagas sobrantes da fase anterior
de 1 de julho a 31 de agosto de 2022 de 3 a 7 de outubro de 2022

Antes de prosseguir com a candidatura leia atentamente o → Manual de Candidaturas ao Politécnico de Coimbra). Durante o processo de candidatura deverá fazer UPLOAD (carregamento) dos documentos devidamente digitalizados em formato PDF.

A candidatura é feita →  ONLINE

IMPORTANTE

  • Só serão aceites candidaturas completas, com todos os documentos obrigatórios devidamente digitalizados para PDF;
  • Não serão analisados processos cujos documentos não estejam devidamente assinados e carimbados pelas instituições de origem;
  • Não serão analisados os processos pendentes de pagamento;
  • No caso de documento em língua estrangeira, o candidato deverá apresentar, também, a respetiva tradução.

 

→ Titulares de Provas M23

Documentos para a candidatura

  • Digitalização do documento de identificação (frente e verso). Deverá escrever no documento/digitalização que autoriza a sua entrega apenas para efeitos de candidatura/matrícula, datar e assinar.

 

Critérios de seriação

Os candidatos serão seriados por ordem decrescente de classificação final obtida nas Provas M23.

Em caso de empate entre candidatos, serão aplicados sucessivamente os seguintes critérios de desempate:

  1. Ano mais antigo em que foi obtida a aprovação nas Provas M23
  2. Candidato mais velho (idade).

(homologados pelo IPC em 06/05/2022)

 

Titulares de Diploma de Especialização Tecnológica (DET)

O curso de que é titular consta desta lista? → Lista de cursos de DET reconhecidos para a frequência dos cursos da ESEC – se sim, então pode candidatar-se.

Documentos para a candidatura

  1. Certidão de Aprovação das unidades curriculares (para processo de creditação).*
  2. Certidão de conclusão do curso (com indicação da nota quantitativa) – o curso deve constar da lista de DET reconhecidos para a frequência dos cursos da ESEC.
  3. Certidão de Programas das unidades curriculares (para processo de creditação).*
  4. Declaração com a formação obtida para pedido de creditação. Preenchimento obrigatório pelos candidatos que solicitem creditações. Clique Aqui
  5. Digitalização do documento de identificação (frente e verso). Deverá escrever no documento/digitalização que autoriza a sua entrega apenas para efeitos de candidatura/matrícula, datar e assinar.
  6. Digitalização do NIF (Número de Identificação Fiscal). Deverá escrever no documento/digitalização que autoriza a sua entrega apenas para efeitos de candidatura/matrícula, datar e assinar (só para candidatos que não entregam Cartão de Cidadão).
  7. Fotocópia do Plano de Estudos do curso com as cargas horárias das unidades curriculares aprovadas (para processo de creditação).*
  8. Comprovativo do pré-requisito (exigido apenas para os cursos de Desporto e Lazer, Estudo Musicais Aplicados e Teatro e Educação).

 

*caso não pretenda solicitar as creditações no momento da candidatura, deverá preencher a declaração, seleccionando a opção “prescinde do pedido de creditações, no momento de candidatura, podendo o mesmo ser solicitado posteriormente, de acordo com o Regulamento de Creditações do Instituto Politécnico de Coimbra em vigor” Clique Aqui

 

Critérios de seriação

Os candidatos admitidos a concurso, serão ordenados tendo em consideração a classificação obtida por aplicação da seguinte fórmula:

 CF = [Ox40+Mx60] /100

em que:

  • CF = classificação final;
  • O = representa a origem do curso expressa através de coeficientes no intervalo [0 a 20];
  • M = média final do curso DET.

 

Valorização de O para candidatos detentores de DET:

  • Provenientes de Curso DET da ESEC = 20 valores;
  • Provenientes de Curso DET de outra Unidade Orgânica do IPC = 15 valores;
  • Provenientes de Curso DET de outra Instituição, fora do IPC = 10 valores;

 

Em caso de empate entre candidatos, serão aplicados sucessivamente os seguintes critérios de desempate:

  1. Média ponderada da classificação da componente de formação em contexto de trabalho;
  2. Média ponderada da classificação da componente de formação tecnológica;
  3. Média ponderada da classificação da componente de formação geral e científica;
  4. Data de conclusão de curso mais antiga.

(homologados pelo IPC em 06/05/2022)

 

Titulares de Diploma de Técnico Superior Profissional (DTeSP)

O curso de que é titular consta desta lista? → Lista de cursos de TeSP reconhecidos para a frequência dos cursos da ESEC – se sim, então pode candidatar-se.

Documentos para a candidatura

(Caso tenha sido aluno da ESEC, poderá substituir os documentos indicados nos pontos 1, 3 e 7 pela declaração disponível Aqui para download)

  1. Certidão de Aprovação das unidades curriculares (para processo de creditação).*
  2. Certidão de conclusão do curso (com indicação da nota quantitativa) – o curso deve constar da lista de TeSP reconhecidos para a frequência dos cursos da ESEC.
  3. Certidão de Programas das unidades curriculares (para processo de creditação).*
  4. Declaração com a formação obtida para pedido de creditação. Preenchimento obrigatório pelos candidatos que solicitem creditações. Clique Aqui
  5. Digitalização do documento de identificação (frente e verso). Deverá escrever no documento/digitalização que autoriza a sua entrega apenas para efeitos de candidatura/matrícula, datar e assinar.
  6. Digitalização do NIF (Número de Identificação Fiscal). Deverá escrever no documento/digitalização que autoriza a sua entrega apenas para efeitos de candidatura/matrícula, datar e assinar (só para candidatos que não entregam Cartão de Cidadão).
  7. Fotocópia do Plano de Estudos do curso com as cargas horárias das unidades curriculares aprovadas (para processo de creditação).*
  8. Comprovativo do pré-requisito (exigido apenas para os cursos de Desporto e Lazer, Estudo Musicais Aplicados e Teatro e Educação).

 

*caso não pretenda solicitar as creditações no momento da candidatura, deverá preencher a declaração, seleccionando a opção “prescinde do pedido de creditações, no momento de candidatura, podendo o mesmo ser solicitado posteriormente, de acordo com o Regulamento de Creditações do Instituto Politécnico de Coimbra em vigor” Clique Aqui

 

Critérios de seriação

Os candidatos admitidos a concurso, serão ordenados tendo em consideração a classificação obtida por aplicação da seguinte fórmula:

 CF = [Ox40+Mx60] /100

em que:

  • CF = classificação final;
  • O = origem do curso expressa através de coeficientes no intervalo [0 a 20];
  • M = média final do curso TeSP.

 

Valorização de O para candidatos detentores de DTeSP:

  • Provenientes de Curso TeSP da ESEC = 20 valores;
  • Provenientes de Curso TeSP de outra Unidade Orgânica do IPC = 15 valores;
  • Provenientes de Curso TeSP de outra Instituição, fora do IPC = 10 valores;

 

Em caso de empate entre candidatos, serão aplicados sucessivamente os seguintes critérios de desempate:

  1. Média ponderada da classificação da componente de formação em contexto de trabalho;
  2. Média ponderada da classificação da componente de formação tecnológica;
  3. Média ponderada da classificação da componente de formação geral e científica;
  4. Data de conclusão de curso mais antiga.

(homologados pelo IPC em 06/05/2022)

 

Titulares de Outros Cursos Superiores

Documentos para a candidatura

(Caso tenha sido estudante da ESEC, poderá substituir os documentos indicados nos pontos 1, 3 e 7 pela declaração disponível Aqui para download)

    1. Certidão de Aprovação das unidades curriculares (para processo de creditação).*
    2. Certidão de conclusão do curso (com indicação da nota quantitativa).
    3. Certidão de Programas das unidades curriculares (para processo de creditação).*
    4. Declaração com a formação obtida para pedido de creditação. Preenchimento obrigatório pelos candidatos que solicitem creditações. Clique Aqui
    5. Digitalização do documento de identificação (frente e verso). Deverá escrever no documento/digitalização que autoriza a sua entrega apenas para efeitos de candidatura/matrícula, datar e assinar.
    6. Digitalização do NIF (Número de Identificação Fiscal). Deverá escrever no documento/digitalização que autoriza a sua entrega apenas para efeitos de candidatura/matrícula, datar e assinar. (só para candidatos que não entregam Cartão de Cidadão).
    7. Fotocópia do Plano de Estudos do curso com as cargas horárias das unidades curriculares aprovadas (para processo de creditação).*
    8. Comprovativo do pré-requisito (exigido apenas para os cursos de Desporto e Lazer, Estudo Musicais Aplicados e Teatro e Educação).

*caso não pretenda solicitar as creditações no momento da candidatura, deverá preencher a declaração, seleccionando a opção “prescinde do pedido de creditações, no momento de candidatura, podendo o mesmo ser solicitado posteriormente, de acordo com o Regulamento de Creditações do Instituto Politécnico de Coimbra em vigor” Clique Aqui

 

NOTA: No caso de estudantes provenientes de sistemas de ensino superior estrangeiros, a candidatura deverá ainda ser instruída com os seguintes documentos:

  • Documento da Direcção Geral do Ensino Superior a comprovar o nível do curso como superior pela legislação do país em causa ou documento emitido pelos serviços do Ministério da tutela do país de origem, declarando que o curso é definido como de ensino superior pela legislação do respectivo país;
  • Todos os documentos têm que ser autenticados pelos serviços oficiais do respectivo país de origem e entregues em versão traduzida para português, com tradução reconhecida pela autoridade diplomática ou consular portuguesa ou trazer a apostilha da Convenção de Haia, não sendo obrigatória a tradução de documentos cuja língua original seja a espanhola, francesa ou inglesa, desde que devidamente autenticados.

 

Critérios de seriação

Os candidatos admitidos a concurso, serão ordenados tendo em consideração a classificação obtida por aplicação da seguinte fórmula:

 CF = [GAx60+Mx40] /100

em que:

  • CF = classificação final;
  • GA = Grau Académico expresso através de coeficientes no intervalo [0 a 20];
  • M = classificação final obtida na formação académica mais elevada, expressa no intervalo [0 a 20].

 

 Valorização de GA para candidatos TOCS:

  • Doutoramento – 20 valores;
  • Mestrado – 16 valores;
  • Licenciatura – 14 valores;
  • Bacharelato – 12 valores.

 

Valorização de M, caso o certificado de formação superior apresente uma escala qualitativa:

  • Excelente/ Aprovado com Distinção e Louvor – 19 valores;
  • Muito Bom/ Aprovado com Distinção – 17 valores;
  • Bom/ Aprovado – 15 valores;
  • Suficiente – 12 valores.

Valorização de M, caso o certificado de formação superior não apresente classificação (média final de curso) ou escala qualitativa:

  • 12 valores.

 

Em caso de empate entre candidatos, serão aplicados sucessivamente os seguintes critérios de desempate:

  1. Provenientes de curso da ESEC;
  2. Provenientes de Curso do IPC;
  3. Data de conclusão de curso mais antiga.

(homologados pelo IPC em 06/05/2022)

 

AVISOS