Projeto AgeNortC

O projeto AgeNortC é um estudo multicêntrico e multimétodo. Decorre simultaneamente em Viana do Castelo, Bragança e Coimbra (envolvendo todas as instituições de ensino superior politécnico que atualmente ministram formação de base em Gerontologia) e prevê o recurso a metodologias de investigação de natureza quantitativa e qualitativa.

Numa primeira fase, o projeto prevê a realização de um estudo comparativo envolvendo cerca de 300 participantes, com idades compreendidas entre os 55 e os 84 anos e a residir na comunidade. A amostra compreenderá dois grupos: 1) 150 pessoas que participam em atividades orientadas para os mais velhos promovidas pelas Câmaras Municipais dos municípios envolvidos no estudo; 2) 150 pessoas que não participam nestas atividades, emparelhadas com as anteriores em termos de género e grupo etário. Nesta etapa do projeto, a recolha de dados será concretizada através da aplicação de um protocolo de avaliação gerontológica multidimensional focado em dimensões biopsicossociais do envelhecimento: aspetos sociodemográficos, participação social, capacidade funcional na vida diária, rede social, estratégias de gestão da vida, bem-estar psicológico, satisfação com a vida e qualidade de vida.

Numa segunda fase, serão concretizadas entrevistas a “casos extremos” (5% dos indivíduos com os valores mais baixos e 5% dos indivíduos com os valores mais elevados em termos de estratégias de gestão da vida). Serão levadas a cabo entrevistas semi-estruturadas para exploração de temas centrais ao longo do ciclo de vida, tais como família, trabalho, lazer e educação. As entrevistas serão gravadas, transcritas e analisadas.

 

O projeto AgeNortC – Envelhecimento, participação social e deteção precoce da dependência: Capacitar para a 4ª idade procura examinar aspetos do envelhecimento bem-sucedido na meia-idade e terceira idade no sentido de reunir indicadores para deteção precoce da dependência. A participação social (envolvimento em atividades comunitárias), enquanto elemento favorecedor do sucesso no envelhecimento, é um dos vetores centrais deste estudo.

Identificar as características pessoais/contextuais que levam ao envelhecimento bem-sucedido, bem como conhecer as dinâmicas subjacentes ao processo adaptativo de envelhecer. A eventual observação dos participantes do projeto ao longo dos próximos anos permitirá acompanhar a entrada na 4ª idade (80+ anos), período de maior vulnerabilidade, marcado por um aumento da frequência das dependências (física e mental) e de processos demenciais.
Os resultados deste projeto de investigação serão divulgados no seio da comunidade científica, sob a forma de dissertações de mestrado, artigos científicos e através da realização de uma conferência internacional. Paralelamente, serão transmitidos às comunidades locais, mediante a realização de fóruns comunitários. Para além disso, será ainda produzido um manual de boas práticas para o desenvolvimento de políticas e ações promotoras do envelhecimento bem-sucedido, com base na participação/envolvimento social, destinado a autarquias, associações ou outras organizações da comunidade e profissionais direta ou indiretamente envolvidos no trabalho com pessoas mais velhas.

De setembro de 2017 a fevereiro de 2018 desenvolveu-se a Atividade 1 do Projeto: Preparação do Trabalho de Campo. Desde março de 2018 que se encontram em fase de execução as Atividades 3 (Trabalho de campo) e 4 (Gestão do trabalho de campo, inserção de dados e análises preliminares) do projeto.

Responsáveis
Sofia de Lurdes Rosas da Silva IP Coimbra

Instituto Politécnico de Viana do Castelo
Instituto Politécnico de Coimbra
Instituto Politécnico de Bragança
Município de Viana do Castelo

Investimento Elegível: 133.943, 22 €
Apoio UE (85%): 133.943, 22 €
Comparticipação dos promotores (15%): 20.091,48 €
Investimento Elegível IPC: 24.499,35  €