Escola Superior de Educação Politécnico de Coimbra
ESEC Politécnico de Coimbra
A ESEC
Estudar
Investigar / Transferir
Menu secundário

Mediação de Conflitos em Contexto Escolar

As profundas alterações sociais, as mudanças na política de gestão organizacional das escolas, as alterações na carreira docente e as exigências das famílias face ao papel que a escola deve desenvolver, têm tido repercussão nas características actuais da conflitologia presente no contexto escolar e no aumento do número de situações e episódios conflituosos. Estas mudanças tornam fundamental a introdução, no contexto escolar, de novas práticas que desenvolvam, nomeadamente, o espírito de cooperação, o sentido de respeito pela diferença, o ideal de justiça equitativa, com vista à criação de  uma sociedade de paz e de um ambiente de bem estar na escola, a par da necessidade de introdução de estratégias de gestão positiva de conflitos. Alterar comportamentos nas relações interpessoais capazes de promover a resolução de conflitos através de sistemas que visam uma cultura de diálogo, tais como a Mediação, é, pois, uma necessidade cada vez mais urgente na escola dos nossos dias.

Mediação, enquanto meio construtivo de resolução de conflitos, proporciona aos envolvidos um espaço ideal para promover, quer naqueles que desempenham o papel de mediadores, quer naqueles que como mediados trabalham em conjunto para a resolução dos seu problema, a capacidade de respeito mútuo, de comunicação assertiva e eficaz, de compreensão da visão do outro, de aceitação de uma diferente percepção da realidade. Na mediação tomam lugar central os processos de cooperação, a valorização do respeito e o reconhecimento do outro enquanto pessoa e ser total.

A missão da ESEC como escola de educação, associada à experiência da CONSENSUS (Associação para o Desenvolvimento dos Meios Alternativos de Resolução de Conflitos, entidade privada sem fins lucrativos) nomeadamente  no desenvolvimento de projectos de mediação entre pares, justificam a oferta formativa de uma pós-graduação numa área que é hoje uma necessidade reconhecida no panorama educativo português: a Mediação de Conflitos em Contexto Escolar.

Certificação:

Aos formandos que tenham obtido aprovação em todas as unidades curriculares, a ESEC atribuirá um diploma de Pós-Graduação em Mediação Escolar.

A ESEC apresentará o curso junto do CCPFC (Braga) para efeitos de creditação como formação contínua destinada a professores e educadores.

a) Detentor de uma licenciatura;
b) Detentor do 12º ano, ou equivalente, com experiência profissional relevante como agente educativo em contexto escolar ou afim;
c) Candidatos com inscrição no último ano da licenciatura
d) Todos os candidatos deverão possuir competências no âmbito das TIC, nomeadamente ao nível de processamento de texto e navegação na internet (pesquisa de informação e uso de plataformas on line)

Plano Curricular

Candidatura

As candidaturas para a 3.ª Fase do concurso de acesso decorrem de 28 de julho até 18 de setembro de 2017 em: https://secretaria-virtual.esec.pt/cssnet/page

 

Os diplomados e atuais alunos da ESEC com pelo menos 120 ETCS aprovados poderão efetuar a candidatura pelo regime “Pós-Graduações de Complementaridade” (para mais informações consultar Despacho N.º5/2015 - P4, disponível em: https://www.esec.pt/pagina.php?id=261)

 

No processo de candidatura devem ser anexados:

a) Documentos comprovativos das habilitações de que o candidato é titular, com informação das classificações finais (no caso de documento estrangeiro, o candidato deverá apresentar, também, a respetiva tradução);

b) Curriculum vitae;

c) Documentos comprovativos das informações fornecidas no curriculum vitae (opcional);

d) Digitalização do IBAN (para que possam ser devolvidos os montantes pagos caso o curso não venha a funcionar).

 

Para informações relativas a elegibilidade, taxas e propinas, calendários de candidatura e datas de funcionamento por favor consultar o documento “Edital” disponível nesta página.

 

Destinatários

a) Detentor de uma licenciatura;
b) Detentor do 12º ano, ou equivalente, com experiência profissional relevante como agente educativo em contexto escolar ou afim;
c) Candidatos com inscrição no último ano da licenciatura
d) Todos os candidatos deverão possuir competências no âmbito das TIC, nomeadamente ao nível de processamento de texto e navegação na internet (pesquisa de informação e uso de plataformas on line)